domingo, 6 de dezembro de 2015

Elf Racing



A ELF Motorcycles financiada pela indústria do petróleo francesa  participou do campeonato mundial de velocidade com vários protótipos usando motores Honda ou Yamaha dependendo do ano. 
A ELF não foi a primeira a tentar projetos alternativos de chassis de motocicletas de pista , mas foi o melhor divulgado e, graças aos vastos recursos da empresa  francesa e aos melhores projetistas  também. Mesmo que suas experiências de duas rodas não tenham  alterado radicalmente o futuro do motociclismo legitimaram o esforço trazendo evolução. As soluções reais do projeto ELF evoluíram ao longo dos anos e foram ofuscadas por sua influência sobre o design da motocicleta. Graças à sua participação no campeonato mundial. A Elf financiou de  projetos de motos com configurações diferentes até  carros de Fórmula 1 com 6 rodas, mas ajudou na evolução do esporte. A Empresa não teve resultados expressivos mas sua atuação na área motociclística além do investimento em tecnologia  ciclística e aerodinâmica. A sua última aparição foi no  Brasil em 17 de setembro, 1988, marcou o fim de uma era. Uma década de experiências tecnológicas que finalmente encerraram nesta data seu ultimo dia  no motociclismo, a ELF completou sua derradeira corrida. Nos 10 anos que antecederam a esse dia, o nome ELF tinha transcendido as suas raízes na indústria de petróleo. Tornou-se sinônimo de uma série de ambiciosos projetos tecnológicos  de alto nível e tentativas determinadas a expandir as fronteiras do design de chassis de motocicletas. ELF criou uma motocicleta alternativa que demonstrou sua superioridade sobre a concorrência. 


Postar um comentário