domingo, 15 de março de 2015

Suzuki A50 II



Sempre houve dúvida se algumas cinquentinhas eram motos ou ciclomotores, tanto é que em muitos mercados o mesmo modelo era lançado com ou sem o pedal para se enquadrar na legislação de forma mais vantajosa ao revendedor.

Clique para Ampliar

Esse é o caso do modelo A50 da Suzuki que era um modelo derivado da sua irmã maior e mais velha a "A100", o modelo de 100cc teve imenso sucesso e a Suzuki resolveu lançar um modelo mais barato usando a mesma base (quadro, rodas, suspensão, freios e elétrica).



A A50II chegou ao Brasil através de importadores independentes no início dos anos 70, ela foi fabricada entre 71 e 76, era uma moto de entrada da linha e por suas características de fácil uso no transito das cidades ganhou boa fatia do mercado das cinquentinhas concorrendo com a Hondinha CB50 e Yamaha 50cc modelo F5 que inclusive era bastante parecida com ela.


Motor de 2 tempos com lubrificação automática (novidade na época), 49cc, 1 cilindro, 4,8 cv, peso de 73 kg leve e prática com velocidade máxima de 95 km/hora com tanque de 7 litros, quadro de aço estampado e sistema elétrico de 6 volts. Quem teve oportunidade de andar com uma delas sabe como era o barulho (zumbido) do escape dessa cinquentinha e como era engraçado quando se esticava a terceira e jogava a quarta tentando segurar o giro do motorzinho

Clique para Ampliar

A Suzuki A50-II foi a primeira moto de muita gente boa e faz sucesso quando aparece nas exposições, seja em condições originais ou restauradas, ela formava um conjunto composto pelas A50, A80 e A100cc todas usando a mesma configuração base e que venderam centenas de milhares nos mercados asiáticos, europeus e das américas. Linda como todas as cinquentinhas da época.





Postar um comentário